Publicidade

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Brasileirão - 2ª rodada - Jogos do Domingo (parte I)

- Cruzeiro 1x1 Palmeiras: Em jogo equilibrado, Palmeiras arrancou um empate contra a Raposa. Cruzeiro começou dando sinais de que daria muito trabalho para Marcos. Wallyson mandou um balaço na trave. E depois, Marcos mostrou que segue sempre bem, fazendo boas defesas.

No segundo tempo, o Cruzeiro seguiu melhor, dominava, e o Palmeiras sempre apostando em um erro. Marcos seguiu sendo exigido e dava conta do recado. Em uma das raras chances claras do Palmeiras, Luan recebeu um grande passe e mandou um chutaço, sem chances para Fábio.

O jogo seguiu equilibrado. O Cruzeiro foi buscando e chegou ao empate, com Anselmo Ramón, que já tinha perdido um gol feito: 1 a 1. Gilberto e Anselmo Ramón ainda poderiam ter virado o placar no fim. Mas ficou mesmo no empate.

Resultado não foi justo, devido o bom jogo apresentado pelo Cruzeiro. Poderia ter saído com uma boa vitória em casa. Porém, parou naquilo que analisamos no Guia PB: falta um matador. Brandão muito apagado no ataque. O Palmeiras clama por um bom armador, pelo menos para substituir Valdívia, e mais um bom atacante. Ganhou um empate neste domingo, graças a Marcos e o ataque falho do Cruzeiro.

- Corinthians 2x1 Coritiba: Corinthians sofre para vencer o time reserva do Coritiba. Não parecia que seria assim. O Timão começou melhor, abriu o placar com Paulinho no começo do jogo e chegava fácil ao ataque. O Coxa apostava no contra-ataque e assustou poucas vezes.

No segundo tempo, o Coritiba se soltou um pouco mais, conduzido principalmente pelo atacante Leonardo. O time ganhou espaços e Leonardo fez o empate. Sofrer o gol fez o Corinthians acordar. A bola teimava em não entrar, até Danilo conseguir fazer o segundo gol. No fim, o Coritiba por muito pouco não empatou novamente, em duas boas oportunidades.

Digamos que foi mais um vitória sofrida, com o melhor jeito Corinthians. Mas foi sofrido. Os reservas do Coritiba deram um belo sufoco no segundo tempo. Falta um homem que conduza o Timão no meio. Depender de Paulinho como "Elias" não dá certo. O Coxa tentou e fez o que pode. Quase deu certo. Foco total na Copa do Brasil.

- Bahia 3x3 Flamengo: Belo jogo em Salvador. Flamengo assustou no começo, mas foi o Bahia que abriu o placar, com Lulinha. O rubro-negro dominava, chegava bem ao ataque e, após tentar várias vezes. E em mais uma grande descida de Galhardo pela direita, Ronaldinho empatou. O Bahia apostava no contra-ataque e chegou ao segundo gol, com Jóbson, ainda no primeiro tempo.

No segundo tempo, o mesmo retrato. Bottinelli empatou novamente, logo no começo. E depois de tentar, veio a virada. Egídio recebeu e mandou para as redes. Porém, mesmo com um a menos, o Bahia deixou tudo igual mais uma vez, com Jóbson.

Empate melhor para o Bahia do que para o Flamengo. Rubro-negro foi melhor, abriu vantagem, tinha um a mais no fim, mas levou o gol de empate. Gostei da atuação de Galhardo na parte ofensiva, apesar de pecar na marcação. No Bahia, Jóbson, eterno garoto-enxaqueca, mostrou que sabe jogar bem. Precisa apenas ter cabeça. E me corrijo aqui: Carlos Alberto vai para o Bahia. Com Ricardinho.

Um comentário:

Blog Esportivo Golaço disse...

Fala,

Concordo bastante com os comentários. Vi pouco de Cruzeiro e Palmeiras e Corinthians e Coritiba, mas pelo pouco que vi, concordo com tudo que escreveu. Em compensação, vi o jogo do Flamengo por inteiro, e só gostaria de acrescentar a boa atuação de Egídio, a sua segunda no ano. Vale lembrar, porém, que ele deverá ser vendido para o exterior na janela do meio do ano, provavelmente para a Itália.

Abraços